O medo da terceirização

Imagine uma situação, na sua vida ou no seu negócio: você se sente sobrecarregado(a), parece que fez tudo, mas no fim não fez nada, tem consciência de que precisa de ajuda, mas continua fazendo as mesmas coisas que te tomam tempo e sobrecarregam.

Quais são seus medos em delegar ? O que te força a centralizar e acumular tudo pra si ?

Arrisco a dizer que, mesmo sabendo que precisa de apoio, continua a bater na tecla do “deixa, eu faço mais rápido” ou “tudo bem, é só isso aqui”.
Muitas pessoas têm medo de perder o controle da situação, medo de que não façam igual a ela, e fazem questão de realizar cada detalhe.
Mas, até que ponto isso é sustentável pro seu negócio ? Uma coisa é certa, o que outra pessoa fizer, não fará exatamente igual a você. Mas, se você confia no profissional que te auxilia, sabe da qualidade do trabalho, ficar diferente também pode ser muito bom.

O que tem que ficar muito claro pra você decidir de vez é que, delegar tarefas é diferente de transferir responsabilidades.

As responsabilidades do negócio continuam sendo suas.

Portanto, quero deixar 3 dicas pra diminuir o seu medo de delegar, e você abrir mão do que não é indispensável pro seu negócio:

  • Explique claramente o que precisa, se necessário, dê um treinamento. (se o profissional compreender o que foi dito, todo mundo sai ganhando, e você não perde tempo repetindo)
  • Faça um período teste. (por exemplo: com quem ainda não é meu cliente, ofereço até 3 horas com valor reduzido, para que possa conhecer meu trabalho e estabelecermos uma relação de confiança)
  • Busque referências. (provavelmente quando você quer comprar um produto, você pesquisa de quem já comprou, certo? A mesma coisa é quando você pretende contratar um profissional. Pesquise referências e avaliações de clientes que já o contrataram)

Como já diziam: “Não é porque você é capaz de fazer algo, que você deve fazê-lo”.

Espero que tenha ajudado e até breve! 🙂

 

Érika Valença
Assistente Virtual da Web Assistente.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: